segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Krzysztof Kieslowski - Trois couleurs: Rouge


Imagem: Google Imagens/Reprodução
Trois couleurs: Rouge
Direção: Krzysztof Kieslowski
Roteiro: Krzysztof Kieslowski
Ano: 1994/França-Polônia-Suíça
Gênero: Drama
Elenco: Irene Jacob, Jean-Louis Trintignant, Zbigniew Zamachowski, Jean-Pierre Lorit

Sinopse: Uma modelo (Irène Jacob) atropela o cão de um juiz aposentado (Jean-Louis Trintignant), que tem o estranho hábito de ouvir as conversas telefônicas de outras pessoas. Este fato será o ponto de partida para uma singular amizade.

Opinião: Doce e otimista, e talvez o mais próximo do Liberté, Egalité, Fraternité na minha muitas vezes estranha percepção. Rousseau, por alguns segundos, deu ar de sua graça assim como o fofíssimo Karol Karol, Julie e Dominique. Preisner, ou melhor, Van den Budenmayer e suas composições perfeitas estavam lá também, mas seria perfeito se a trilha fosse de Yann Tiersen desta vez.

Irène Jacob é uma fofa com sua expressão melancólica/triste/sonhadora, mas Jean-Louis Trintignant lhe tirou a atenção por ser "o cara nojento" que espiona ligações telefônicas alheias mais doce e meigo ever haha. É um daqueles personagens que mesmo com alguns desvios de conduta o espectador torce pra que se dê bem - ou por ser divertido, por nos indentificarmos ou por não serem pessoas ruins como aparentam ser. Por algum momento pensei que ele fosse o Michel, depois pensei ser o Auguste e adorei que o diretor não o tenha mostrado (ou não, do jeito que Kieslowski é bem capaz dele ter passado por perto de Valentine ou até mesmo de Auguste).

A velhinha na sua eterna saga de colocar o a garrafa no lixo finalmente foi notada por pelo menos uma das protagonistas, ufa! Uma das coisas mais interessantes sobre os filmes de Kieslowski é a proximidade entre personagens que não se relacionam e que por um motivo importante acabam se conhecendo/encontrando depois. Sobre a velhinha ele disse que foi algo que havia observado e sobre essa proximidade - que acontece constantemente nas nossas vidas - acredito que também tenha sido este o caso. É maravilhoso para leigos sensíveis, queria entender de cinema para poder apreciar melhor a trilogia e as outras obras do diretor.


Imagem: Google Imagens/Reprodução

Imagem: Google Imagens/Reprodução
Imagem: Google Imagens/Reprodução

Trailer


Um comentário:

  1. Para entrar 'Mundial de Kieslowski':

    (Não use Google Tradutor para as páginas web! Ele não funciona com este site. Depois de ter entrado no Mundial de Kieslowski, você pode traduzir trechos do texto, usando o Google Tradutor.)

    Na página Entry into Kieslowski's World, clique em Request Password.

    Na página Request Password for Kieslowski's World, digite seu 'Name' (Nome), 'Email Address' (Endereço de Email) e 'Why you wish to enter Kieslowski's World' (Por que você deseja entrar no Mundial de Kieslowski). Finalmente, clique no botão 'Submit' (Enviar).

    Vou então enviar-lhe uma senha que você deve digitar na página Entry into Kieslowski's World e clique no botão 'Login'. É isso!

    Até logo,
    Alexandre Fabbri.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...